sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

John Frusciante deixa o Red Hot Chili Peppers




O guitarrista John Frusciante, pela segunda vez, saiu da banda de funk/rock Red Hot Chili Peppers, segundo informações do site especializado em música "Music Radar". O músico deixou uma mensagem de despedida no seu site oficial. É a segunda vez que o músico deixa o grupo, já que entrou primeiramente na banda em 1988 e gravou Mother's Milk (1989) e o aclamado Blood Sugar Sex Magik (1991), e no ano da gravação deste disco deixou a banda por complicações com drogas. Frusciante só voltou a se reunir com seus colegas em 1999 para a gravação do sucesso comercial Californication. Ainda gravou com os Chili Peppers o By The Way (2002) e o disco duplo Stadium Arcadium (2006). Segue abaixo a carta de despedida de John Frusciante na íntegra.

“Quando eu saí da banda, há mais ou menos um ano, estávamos num hiato de tempo indefinido. Não houve drama ou raiva, e os outros caras foram muito compreensivos. Eles apóiam eu fazer qualquer coisa que me faça feliz e eu também os apóio.

Colocando de um modo simples, meus interesses musicais me levaram a outra direção. Voltando à banda, e durante meu tempo com ela, eu estava muito animado em explorar as possibilidades musicais numa banda de rock, e em fazer isso com essas pessoas em particular. Há poucos anos, comecei a sentir essa animação novamente, mas dessa vez me animei em fazer um tipo de música diferente, sozinho, e sendo meu próprio engenheiro.

Eu realmente amo essa banda e o que fizemos. Eu entendo e valorizo que meu trabalho com eles signifique tanto pra muita gente, mas eu tenho que seguir meus interesses. Para mim, a arte nunca foi algo feito como se fosse uma responsabilidade. É algo que faço porque é divertido, animador e interessante. Nos últimos doze anos, eu mudei como artista e como pessoa, em tal grau que fazer mais coisas nos termos em que eu vinha fazendo com a banda seria ir contra minha natureza. Não tinham escolhas envolvidas nessa decisão. Eu simplesmente preciso ser o que eu sou, e tenho que fazer o devo fazer.

Com amor e gratidão a todos vocês.”

(Tradução feita pelo site www.redhotchilipeppers.com.br)

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

O verão promete


Te digo duas cosias:

1. Aguarde!

2. Espere o próximo semestre!





sábado, 28 de novembro de 2009

Show do AC/DC - Simples e empolgante



Mais de 60 mil pessoas presenciaram o espetáculo da banda australiana de hard rock AC/DC, no estádio do Morumbi, em São Paulo, ontem, devido à turnê de divulgação do último disco do quinteto, o aclamado "Black Ice". A banda executou diversos clássicos - "Back in Black", "Highway to Hell" - intercalados com músicas do novo disco, o que, musicalmente não difere muito, já que o AC/DC tradicionalmente segue a mesma linha musical, e esse mesmo sempre é muito bom. Rock visceral, sem efeitos, instrumentos plugados diretamente no amplificador, platéia animada e ansiosa, pegada "blueseira" - "The Jack" -, Angus Young e Brian Johnson. AC/DC é isso aí.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Iron Maiden entra no processo de composição de seu novo álbum




A Donzela de Ferro iniciou em novembro o processo de composição do seu 15° álbum de estúdio, segundo informação do guitarrista da banda, Janick Gers, em entrevista ao portal Metalexpress.com. Nicko McBrain, baterista, ainda confirmou a reserva do estúdio para a reunião do grupo para o processo criativo.

A banda se reúne após um hiato de três anos do seu último disco de estúdio, o progressivo "A Matter of Life and Death", que dividiu opiniões dos críticos e dos fãs. Posteriormente a um período de férias o Iron Maiden volta à ativa, a banda teve duas turnês consecutivas no período entre 2006 e 2009, a de divulgação do disco "A Matter of Life and Death" e a marcante "Somewhere Back on Tour", que rememorou os clássicos dos anos 80, turnê esta que passou em cinco cidades brasileiras (São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte e Recife) e estabeleceu uma marca no Brasil, o show em São Paulo levou 64.000 fãs ao autódromo de Interlagos, o maior público de um show individual na história do país. A turnê ainda rendeu uma coletânea, "Somewhere Back in Time", e um documentário, "Flight 666".

Informação importante: Talvez este seja o último disco do Iron Maiden, já que Steve Harris, baixista e líder do sexteto britânico sempre afirmou planejar gravar 15 discos de estúdio com o Iron Maiden e depois se aposentar.

sábado, 17 de outubro de 2009

Sexta- feira de estreias na Rádio FACOM


Depois de meses de preparação e expectativa, ontem finalmente foi ao ar o Love's in the UFBA. O programa que tem como objetivo semear o amor em todos os campi da Universidade Federal da Bahia, como dizem os próprios apresentadores, conquistou a simpatia e o carinho dos ouvintes já na primeira edição, e promete ganhar ainda mais fãs até o fim do ano.

O programa de estreia contou com a participação dos estudantes da UFBA através do quadro "Declare seu amor", no qual recados são deixados no baú do amor e lidos ao vivo. Outro momento que chamou atenção foi a tradução simultânea da música Love Hurts, da banda Nazareth. Foi comoção geral! E, para coroar a tarde, foi ao ar o primeiro capítulo da radionovela mais romântica do rádio baiano: Sangria e paixão.

Depois de tanta badalação, só nos resta esperar pelo segundo programa. Afinal, a primeira vez é boa, mas a segunda é ainda melhor!

Para dar seguimento ao romantismo que tomou conta da Rádio Facom na tarde de sexta, nada melhor que uma hora de poesia. Denisson Palumbo, numa prazerosa interação(ops! não me entenda mal) FACOM/LETRAS, estreou o Licença Poética.

No programa de ontem, Denisson mesclou música, história e poesia, proporcionando um momento de relaxamento e reflexão. Com temas que vão de sexo à religião, o garoto letrado apresentou sete poesias do seu primeiro cd. E ele promete! Próxima sexta tem "ao menos alguns minutos de poesia nessa vida de correria".

Quem perdeu as estreias de ontem não precisa se desesperar, a Rádio FACOM facilita sua vida. Em breve os dois programas estarão disponíveis em podcast. Você também pode ouvir as reprises na nossa programação.

Quarta, às 14h, reprise do Love's in the UFBA. Às 15h do mesmo dia reprise do Licença Poética.

domingo, 11 de outubro de 2009

"A maior banda do mundo"





É, eles voltaram! A banda Massacration anunciou nesta semana que seu próximo álbum está pronto e já tem data marcada para ser lançado: dia 10 de Outubro. "Good Blood Headbanguers" é o segundo disco do irreverente grupo de metal encabeçado pelos humoristas do grupo Hermes e Renato, da MTV Brasil.

Em 2005, o Massacration lançou seu primeiro disco, o “Gates of Metal Fried Chicken of Death, e o que parecia brincadeira acabou ficando sério. O grupo ficou famoso, lançou videoclipes, ganhou um programa na MTV e fez apresentações em festivais importantes pelo país. Suas letras misturam inglês e português (o popular “embromation”). As mais conhecidas são Metal Bucetation, Metal is the Law e Evil Papagali.

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

Love's In The UFBA



Clic na imagem para ampliar.

Estão abertas as incrições para o Palco do Rock 2010


Estão abertas as incrições de bandas para a 16ª edição do Palco do Rock, a ser realizado durante o carnaval de 2010. Podem se inscrever gratuitamente, até o dia 30 de outubro de 2009, bandas de todos os gêneros do rock de qualquer lugar do Brasil ou exterior. As incrições devem ser realizadas pessoalmente ou via Correios, de modo que não será aceito qualquer material enviado por e-mail. O processo seletivo das bandas participantes se dará por meio de uma curadoria pública. Para mais informações, acesse o Regimento Interno do festival.

Via Salvador Alternativo


Lembramos que também podem ser enviadas até o dia 15 de dezembro para o e-mail palcodorock@accrba.com.br as propostas para participação no Espaço Interativo do Palco do Rock 2010. Podem se inscrever expositores, tatuadores, piercers, selos, escritores, grupos de dança ou teatro, DJs, palestrantes, entre outros.

O Espaço Interativo, um mix de manifestações culturais diversas, produtos e ações sociais, foi implatado em 2009 e, para a diretoria da ACCRBA, “é muito mais interessante abrir este leque para as atrações/atrativos deste espaço do que garimpar particularmente. Cabe uma possibilidade de uma maior diversidade de conteúdos e sem nenhum vínculo, bem como a minimização da repetição, o que já vem acontecendo em alguns locais do país”.

O Palco do Rock é o maior evento de rock independente da Bahia e acontece de sábado a terça de carnaval no coqueiral da praia de Piatã, onde se apresentam 36 bandas locais e de outros estados, com uma circulação média de 32 mil pessoas durante os 04 dias de festival.

Acesse também:

Site do Palco do Rock

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Cascadura está de volta!


A espera foi recompensada! Depois de uma pausa na turnê do badalado álbum Bogary, a banda de rock baiana Cascadura retornou aos palcos em grande estilo. O show aconteceu neste sábado, 12, no Groove Bar, e os fãs puderam soltar o grito que há tempos estava preso na garganta.
A Cascadura fez uma apresentação repleta de novidades, a começar pela estreia das novas fardas da banda. Outra novidade foi a múscia Resumo dos Fatos, em parceria com o cantor Rodrigo Lima, da banda Dead Fish. E para coroar a noite, a Casca exibiu em primeira mão um trailer do seu primeiro DVD, Efeito Bogary.
Efeito Bogary contará a história do quarto e mais famoso álbum da Cascadura(dez mil cópias vendidas), o Bogary, e o que ele significou para os "cascas" e para os fãs. O DVD traz depoimentos de admiradores famosos da banda, como Lobão e Nando Reis.
Quem perdeu o show de sábado não precisa se desesperar. Ele foi apenas o primeiro dos três que a banda faz no Groove Bar no mês de setembro. Os próximos serão nos dias 19 e 26.

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Michael Jackson será sepultado nesta quinta-feira longe dos fãs



Los Angeles - Mais de dois meses depois de sua morte, Michael Jackson será enterrado nesta quinta-feira (3) no cemitério Forest Lawn, em Los Angeles, em uma cerimônia privada para a família e amigos do artista, e com fortes medidas de segurança.

O corpo será levado para uma área de acesso restrito que manterá seu túmulo protegido de curiosos. "Não tentem vir, porque não serão capazes de ver nem ao menos a grama do lugar", alertou o sargento Tom Lorenz, da polícia, aos admiradores do Rei do Pop.

Segundo confirmou hoje Jesse Derris, relações públicas contratado pela família do cantor, a cerimônia está prevista para as 19h locais (23h de Brasília).

Em um primeiro momento, a família pensou em transferir o corpo de Michael até o rancho de Neverland, no sul da Califórnia. Posteriormente, a ideia foi descartada pela família Jackson por questões burocráticas.


Fonte: Uol Música

Música do Metallica acalma macacos, diz estudo

Estudo compara efeitos emocionais da música em primatas.
Metallica foi a única música composta para humanos a ter efeito nos animais.

Fonte: G1

Um estudo realizado pelo pesquisador norte-americano Chuck Snowdon e o violoncelista David Tele comparou os efeitos de músicas compostas para humanos em macacos e descobriu que Metallica tem o efeito de acalmar os saguis-de-cabeça-branca.

O estudo colocou a música “Of wolf and man” do Metallica, além de “The grudge” da banda Tool, um trecho de piano do disco “The fragile” do Nine Inch Nails e o “Adágio para cordas” de Samuel Barber para um grupo de 14 saguis. A músia do metallica foi a única que teve efeito sobre o bando, acalmando os animais.

O estudo, pulbicado no “Biology Letters”, quer entender se outros animais têm a mesma relação emocional com a música que os humanos. “Os componentes dos gritos humanos e animais podem ser muito similares, e de uma perspectiva evolucionária, estamos descobrindo que padrões de notas, dissonâncias e ritmo são importantes para comunicar estados afetivos tanto em animais quanto em pessoas”, diz Snowdon ao jornal britânico “The Guardian”.

Eles ainda chegaram a compor músicas exclusivas para os saguis – uma das faixas os acalma, com notas longas, e outra, lembrando gritos de alerta, põe o grupo em alvoroço.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Oi Calouros


OI CALOUROS!!!

Sejam bem vindos.

Esperamos vocês na Rádio Facom.

Só isso.

Até breve!

terça-feira, 4 de agosto de 2009

Clipe do Modest Mouse dirigido por Heath Legder é lançado

Foi lançado hoje (4) o clipe de "King Rat", do Modest Mouse, dirigido por Heath Ledger.


MultiShow.globo.com


Heath, que faleceu em janeiro de 2008, não chegou a acompanhar o processo de finalização do trabalho, mas foi o responsável por toda a concepção do projeto.

O tema do vídeo de animação é a caça de baleias no litoral da Austrália, país onde o ator nasceu. De acordo com o NME.com, o lucro obtido com a venda do vídeo no iTunes será revertido para a ONG Sea Shepherd.

"Sempre trabalhando com o coração e se posicionando a respeito do que ele realmente se importa, a intenção de Heath era despertar a consciência em torno das práticas modernas de caça às baleias através de uma obra visual poderosa sem ter de dizer uma palavra", publicou a banda em seu blog no MySpace. "Foi a maneira dele de deixar que a história falasse por si mesma".

A finalização foi feita pelo estúdio The Masses (em que Ledger tinha participação) e pelo líder da banda, Isaac Brock.



Assista ao vídeo aqui.


quarta-feira, 29 de julho de 2009

Única fábrica de discos de vinil brasileira voltará a funcionar este ano


O disco de vinil vai bombar no Brasil. A previsão é de João Augusto, novo dono da Polysom, única fábrica de LPs da América Latina. Localizada em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, ela ficou desativada até ser comprada pelo presidente da Deckdisc, no início deste ano. Prestes a voltar a funcionar, a empresa não tem vínculos com a gravadora e deve produzir 40 mil peças por mês, segundo ele contou ao G1 (Globo.com)

“A Polysom é uma companhia inteiramente independente que vai atender a todas as gravadoras. A Deckdisc vai ser tão cliente dela quanto as outras gravadoras e os artistas independentes. Há uma gama muito grande de independentes que tem essa demanda por vinil”, diz João Augusto.

Na era do MP3, disco de vinil recupera espaço entre os fãs de música

A data da conclusão da reforma, que começou em maio, depende de diversos fatores, mas a Polysom deve reabrir suas portas “ainda este ano, com certeza”. De acordo com o proprietário, a capacidade de produção será de 40 mil discos por mês. “Isso só no começo, depois pode aumentar. Acredito numa demanda alta porque já tem muitos interessados.”

Como não se fabrica mais maquinário para prensar discos de vinil, todo o equipamento da Polysom é reaproveitado. “Tudo está sendo recuperado, desde a mesa de corte até as prensas. A gente desmonta e troca várias peças, mas a carcaça é a mesma de décadas atrás.”

A Polysom vai vender o produto semi-acabado. Caberá às gravadoras colocar a capa, embalar e vender. O preço final também vai depender delas. “No que diz respeito ao custo de fabricação do vinil aqui, estou tentando fazer com que o preço seja duas vezes e meia menor do que lá fora”, diz João Augusto. “Vou conseguir fazer aqui um produto muito mais barato do que o que vem de fora. O problema do Brasil é que as taxas são muito altas.”

Nos Estados Unidos, as vendas de discos de vinil aumentaram 50% em relação ao ano passado, de acordo com dados divulgados pela Soundscan. Segundo a empresa, a estimativa é que sejam vendidos 2,8 milhões de LPs no país até o final do ano – esta é a marca mais alta desde que a Soundscan passou a acompanhar o setor, em 1991.

‘Da lama ao caos’ completa 15 anos e ganha reedição em vinil

A gravadora Sony acaba de lançar a série “Meu Primeiro Disco”, que traz de volta ao mercado álbuns históricos num formato de luxo em edição limitada. Cada exemplar contém o LP original com áudio remasterizado fabricado nos EUA e um CD.

A primeira edição do projeto reúne os trabalhos de estreia de Chico Science & Nação Zumbi, Vinícius Cantuária, Engenheiros do Hawaii, Inimigos do Rei e João Bosco. Serão 30 títulos ao todo, incluindo álbuns do Skank, Zé Ramalho, Sérgio Dias e Maria Bethânia. Cada disco custa em torno de R$ 150.

“‘Da lama ao caos’ é o primeiro e mais importante disco de nossa carreira”, diz Lúcio Maia, guitarrista da Nação Zumbi. “Ali estão as ideias de anos de expectativa por uma consolidação profissional. Tudo aconteceu da melhor maneira possível. Não imaginávamos que um dia o álbum seria tão importante para a música brasileira. Mudamos o conceito de ‘MPB é uma m..., o negócio é imitar gringo’”, reflete o músico, que só compra vinil.

“Não sei quantos LPs eu tenho, mas minha coleção tem de tudo. A maior parte de música brasileira, depois jazz, depois Jamaica, alguns de funk, outros de rock, vários do Fela Kuti, Hendrix, trilhas sonoras...”

sábado, 13 de junho de 2009

sexta-feira, 12 de junho de 2009

Mariene de Castro na Rádio Facom!



Na próxima terça, às 13h, Mariene de Castro vai estar conosco no Aquário Fusca. A cantora baiana vem contar sobre o show beneficente em prol da Instituição Beneficente Conceição Macedo, que será realizado no dia 19 de Junho, na Concha Acústica.
A IBCM é uma instituição sem fins lucrativos que há 18 anos assiste em Salvador-BA pessoas empobrecidas que vivem com o HIV-AIDS, mantendo para isso um centro diurno com 70 crianças e adolescentes que convivem com o mesmo vírus. Jovens com HIV-AIDS são também preparados e encaminhados, de modo regular, para o mundo do trabalho, pela IBCM.
Um bate-papo leve, descontraído e com música de qualidade. Assim promete ser a visita de Mariene de Castro à Rádio Facom.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

Entrevista ao vivo com o cantor Gereba. Hoje, na Rádio Facom


O programa Mania de Forró recebera hoje, 10-06, o cantor Gereba para falar um pouco sobre sua carreira, sobre o Forró no Circo onde o cantor recebe convidados e, claro, sobre o São João que está chegando.

Não percam! 18h, aqui na Rádio Facom, 89.3fm


Quer saber mais sobre o Forró no Circo? Confira:

“Venha pro forró no Circo Arrasta pé nesse salão Venha pro forró no Circo Que sempre é noite de São João”
Toda sexta-feira,até final de julho, o Circo Picolino transforma-se no palco do forró. O músico e compositor Gereba junto com a sua banda promovem o maior encontro do genuíno forró em Salvador. A proposta é inusitada, pois além de um bom arrasta pé, buscamos transformar o Circo em uma espécie de sociedade do forró. Teremos também no decorrer da temporada, encontro de sanfoneiros, apresentação de quadrilhas, participações especiais de cantores e instrumentistas e muito mais.

Com o sucesso o projeto ganhou seu primeiro cd “Forró no Circo 01” O CD tem a participação especial de Dominguinhos, Bule Bule e Sandra Simões e traz uma faixa com a música tema Forró no Circo, musica de trabalho. São sete faixas com três pot-pourris, prontas para fazer uma festa junina. Tem ainda parcerias fantásticas: Tuzé de Abreu em “Jackson Bule” e “Rancheira” e “Galope Além do Mar” com Capinam, além de “Forró no circo” com sua nova parceira Sandra Simões com quem gravou a faixa.

Já passaram pelo FORRÓ NO CIRCO convidados maravilhosos como : Adelmario Coelho, Tuzé de Abreu, Xangai, J. Velloso, Luiz Caldas, Targino Gondim, Sandra Simões Armandinho, André Macedo,e muito mais.

Sempre com participações muito especiais

Tudo isso, é claro, regado a um bom licor, sem esquecer a cervejinha gelada e o cardápio delicioso do Butiquim Marimpim.

Convide seu par porque o forró vai começar e se acaso não tiver, encontre um por lá!

SERVIÇO:

Toda sexta, às 20h

No Circo Picolino (Pituaçu)

Com a banda “Quebra Gereba” e convidados

Valor: R$15,00

Produção: Flávia Motta

Informações: (71)8755.3220/ faumotta@yahoo.com.br

terça-feira, 9 de junho de 2009

Entrevista exclusiva com o cantor GEREBA


Dia 10-06, quarta-feira, aqui na Radio Facom, entrevista com o cantor e compositor Gereba.


O programa mania de forró que vai ao ar de segunda a quarta-feira a partir das 18:00 contará com a presença do ilustre artista, nesta quarta. Nao deixe de conferir um papo descontraído e recheado de forró aqui na Rádio facom, a partir das 18:00h.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Música brasileira marca primeira edição do Viradão Carioca

.

Atrações do evento foram de Dudu Nobre a O Rappa.

.
Cerca de 10 mil pessoas estiveram na Praça Guilherme da Silveira, em Bangu, no último dia de Viradão Carioca. A primeira edição do evento, que teve três dias de programação cultural espalhada por diversos pontos do Rio de Janeiro de sexta a domingo (7), reuniu artistas brasileiros das mais diversas vertentes.

Liderada pelo vocalista Falcão, a banda carioca O Rappa foi uma das que mais animaram a plateia do Viradão. O grupo encerrou a festa com um repertório de antigos sucessos e músicas de seu mais recente disco, "7 vezes". Nem o atraso de uma hora no início do show desanimou os fãs, que se empolgaram com a mistura de rock, reggae e pop cheia de peso e letras engajadas.

Martinho da Vila fez a alegria da velha guarda ao apresentar seus clássicos no mesmo palco. Canções como "Devagar, devagarinho", "Canta, canta, minha gente" e "Disritmia" garantiram ao sambista um dos melhores shows do Viradão Carioca.

O cantor Milton Nascimento também fez bonito em Bangu. O integrante do Clube da Esquina emocionou os fãs com "Encontros e despedidas", "Caçador de mim", "Bola de meia, bola de gude", entre outras.

Na região central, o sambista Dudu Nobre se apresentou no "palco do improviso" com um grupo de samba e um quinteto de jazz. Quem acordou cedo aproveitou a folia no bloco carnavalesco Cordão do Boitatá, na manhã de domingo (7).

Também passaram pelo Viradão Carioca artistas de funk, como o DJ Marlboro e a MC Perlla, de samba - como Beth Carvalho, Mart'nália e Dona Ivone Lara, entre muitos outros - representantes da MPB, como Zélia Duncan e Jorge Mautner, além de artistas jovens, como Marcelo Camelo, e bandas dos anos 80, a exemplo da Blitz.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Ganhe ingressos para curtir o Forró do Circo

A Rádio Facom está sorteando, hoje, pares de convites para curtir o Forró do Circo que acontece toda sexta-feira no Circo Picolino.



O músico e compositor Gereba junto com a sua banda promovem o maior encontro do genuíno forró em Salvador. A proposta é inusitada, pois além de um bom arrasta pé, busca-se transformar o Circo em uma espécie de sociedade do forró. Haverá também no decorrer da temporada, encontro de sanfoneiros, apresentação de quadrilhas, participações especiais de cantores e instrumentistas e muito mais.

Dia 05.06 haverá as participações especiais de Armandinho, André Macedo, Tuzé de Abreu e Joatan Nascimento.

Tudo isso, é claro, regado a um bom licor, sem esquecer a cervejinha gelada e o cardápio delicioso do Butiquim Marimpim. O ingresso custa R$ 15,00. Mas você pode ganhar o seu ligando pra Rádio Facom pelo 3283-6184 ou participando do programa Mania de Forró que começa às 18h aqui na Rádio Facom. Fale com o Mania de Forró pelo msn aquariofusca@gmail.com ou pelo telefone da Rádio, diga qual forró você ouvir e ganhe um par de convites pra curtir o Forró do Circo!


segunda-feira, 1 de junho de 2009

Susan Boyle é internada em clínica psiquiátrica

. .
A escocesa Susan Boyle, que saltou à fama após sua participação no programa "Britain's Got Talent", foi internada em uma clínica particular por causa do seu esgotamento físico e mental.



Segundo informam hoje os meios de imprensa britânicos, Susan foi levada ontem de ambulância à clínica Priory, em Southgate (norte de Londres), um dia depois que a cantora - favorita para ganhar a edição 2009 do programa - ficou em segundo lugar.

O pessoal do "Britain's Got Talent" entrou em contato no domingo com a polícia porque Susan, de 47 anos, agia de maneira estranha no hotel onde estava hospedada.

"A mulher foi levada de maneira voluntária de ambulância à clínica. Por pedido dos médicos, a Polícia acompanhou a ambulância", acrescentou a fonte policial.

O grupo musical Diversity, formado por vários adolescentes, foi proclamado vencedor do programa no sábado passado depois que o público votou por telefone.

Segundo os meios de imprensa britânicos, Susan estava esgotada mentalmente após sua participação do sábado, e os médicos lhe aconselharam um período de descanso para se recuperar.

A escocesa saltou à fama no mundo todo após sua primeira participação no programa de caça-talentos, no qual surpreendeu o público por seu talento como cantora.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Nenhum de nós em Salvador

Quem curte o Pop Rock nacional vai poder matar a saudade dos gaúchos Nenhum de Nós que fará um show em Salvador no dia 31 de maio, na Concha acústica do TCA. Os ingressos até que estão baratos. Pagando 40tinha e nem um centavo a mais você poderá se enfileirar nas escadarias da Concha acústica e esticar o pescoço pra ver os rapazes cantando o repertório de seu novo cd: Nenhum de Nós a Céu Aberto, que comemora os 20 anos de carreira da banda.

No repertório, canções como Astronauta de Mármore, Amanhã Ou Depois, Santa Felicidade e o hit Camila, Camila, animam o show, produzido pelo galês Paul Ralphes e que conta com a participação da banda de axé Jamil e Uma Noites.

Então é isso. Corre que ainda dá tempo!

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Entrevista com Rubem Alves na Rádio Facom


Saudações,

Senhoras e senhores, moças e rapazes, meninos e meninas.
Estamos ao vivo nos estúdios da Rádio Facom e vamos receber nesta tarde... [finalmente] ensolarada de segunda em salvador o professor, escritor, teólogo e psicanalista Rubem Alves.
Sua publicação mais recente é o livro “A Poesia do Encontro” em parceria com a poetisa e atriz Elisa Lucinda, mais antes disso possui mais de 80 livros publicados e é com muita honra começaremos esta entrevista ao vivo às 14 horas.

Para ouvir acesse
WWW.radiofacom.ufba.br e clic em “ouvir rádio online” ou clic no símbolo da Rádio no superior direito deste blog!

segunda-feira, 18 de maio de 2009


Jonas Brothers é o exemplo do grande nada

Por Regis Tadeu, colunista do Yahoo! Brasil

"U-hu!!!", "irado!", "tá ligado?", "e aí, galera?", "com certeza!", "tipo assim...". Sei que tais expressões não são uma boa maneira de começar um texto, mas elas expressam com fidelidade o quanto termos como "rock and roll", "atitude" e "juventude" se transformaram em bolhas de sabão em um vendaval.

A vinda do Jonas Brothers ao Brasil é mais um capítulo que pessoas que levam música a sério terão que deglutir. Eu mesmo tive a preocupação de escrever este texto sem estar dominado pelo calor da fúria. No exato momento em que você está lendo estas palavras, posso afirmar categoricamente: se nosso futuro depender da "juventude" que agora idolatra os tais Jonas Brothers, pode apostar que o Apocalipse deve rolar entre quinta e sexta-feira da semana que vem...

Parece incrível, mas tudo o que a música podia proporcionar em termos de rebeldia contra o sistema opressor, de anticonformismo e de vanguarda contra a mesmice foi transformada em um vergonhoso pastel de isopor. Não há mais espaço para a famosa história do cara que não tinha outra coisa a fazer a não ser montar uma banda de rock com os amigos para amedrontar os vizinhos, comer a mulherada e fazer shows anárquicos e vibrantes. Hoje, montar um grupo virou uma atividade como outra qualquer, cujo objetivo é ganhar muito dinheiro vendendo caderno, mochila, telefone celular, adesivos e aparecer nas MTVs da vida.

Hoje, os tais Jonas Brothers são aquela bola da vez que já esteve nas mãos de grupos como o Hanson, por exemplo, por quem adolescentes histéricas se desesperam, gritam, choram, desmaiam, babam e sonham, já que os três moleques dizem que são religiosos e virgens, que guardam o "tesouro da pureza" para quando casarem com suas almas gêmeas. Porra, Deus me dê a santa paciência! Desde quando ser "artista" significa posar de bunda-mole?

Eu respondo a questão acima: desde que a MTV deixou de ser um sopro de esperança na busca por uma linguagem musical ainda mais abrangente, em que não bastava ter canções excepcionais, era preciso ter uma estética que complementasse aquilo que o artista queria dizer. O problema foi que, com o passar do tempo, aquilo que era vanguarda foi de tal forma assimilado pela indústria musical que "novidade" virou artigo de prateleira de supermercado. Deu no que deu.

Hoje, temos a massificação da mediocridade, que desova de tempos em tempos hordas de adolescentes que mal sabem se expressar em palavras, optando por gritos, expressões e pensamentos asininos, que idolatram artistas energúmenos que não cansam de lançar discos idiotizantes. Tudo embaladinho, com laço vermelho perfumado, pronto para ser consumido por uma molecada que acha que Captain Beyond era um herói de quadrinhos, para quem o Slade ou é um perfume ou o nome de um personagem do Wesley Snipes.

É provável que essa geração de babadores de ovos acabe influenciando outras posteriores. Mas isso não significa que temos que ficar esperando, como frangos em um matadouro, a substituição do binômio som/fúria por uma conformidade imbecilizante, que faz com que a garotada não se canse de gritar as expressões colocadas no início deste artigo. Não temos que nos obrigar a respeitar mulheres trintonas fingindo que são adolescentes, que aplaudem músicos com suas roupas de grife cuidadosamente rasgadas e amarrotadas. Vamos levantar a cara do prato de arroz com feijão e ver que o rei está nu!

Quando ouço o trabalho do Jonas Brothers, vejo seus vídeos e leio suas entrevistas, fico pensando: foi para isso que Little Richard e Chuck Berry criaram o rock and roll? Foi para isso que Pete Townshend quebrou suas guitarras? Para nada? Mas sei que foi por isso que Kurt Cobain estourou os miolos: para não ter que ver seus sonhos se transformarem em camisetas coloridas, para não presenciar bandas anunciando refrigerantes, para não se indignar com artistas se comportando como garçons em festa infantil para não irritar o patrocinador.

Sou de uma geração que não abaixava a cabeça frente a um "não", que derrubava a cristaleira do bom mocismo, que apedrejava as vidraças da humildade subserviente. Por isso, meu coração se enche de som e fúria quando vejo gente jeitosinha dizendo que está ensaiando com sua "bandinha" não para tocar em cima dos palcos, mas para "gravar um clipe e um DVD". Meu coração se enche de som e fúria quando vejo garotos imberbes como os tais Jonas Brothers exemplificando o que a juventude é hoje em termos de importância para a música feita de forma espontânea: um grande nada.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Ganhe ingressos na Rádio Facom pra dançaro Forró do Circo

Quem gosta de dançar agarradinho pode curtir um bom forró hoje, 15 de maio, gratuitamente.

Passe na Rádio Facom ainda hoje e pegue seu ingresso para o Forró no Circo.



“Venha pro forró no Circo

Arrasta pé nesse salão

Venha pro forró no Circo

Que sempre é noite de São João”

Toda sexta-feira, o Circo Picolino será o palco do forró. O músico e compositor Gereba junto com a sua banda promoverão o maior encontro do genuíno forró em Salvador. A proposta é inusitada, pois além de um bom arrasta pé, buscaremos transformar o Circo em uma espécie de sociedade do forró. Teremos também no decorrer da temporada, encontro de sanfoneiros, apresentação de quadrilhas, participações especiais de cantores e instrumentistas e muito mais.

O Circo Picolino irá transformar-se em um verdadeiro arraial, com jeitinho de interior. Tudo isso, é claro, regado a um bom licor, sem esquecer a nossa cervejinha gelada e o cardápio delicioso do Butiquim Marimpim.

Dia 15 de Maio participação especial de SANDRA SIMÕES e XANGAI

Convide seu par porque o forró vai começar e se acaso não tiver, encontre um por lá!

SERVIÇO:

Toda sexta, às 20h

No Circo Picolino (Pituaçu)

Com a banda “Quebra Gereba” e convidados

Valor: R$15,00

Divulgação Pedro Morais : 8232 8247

Produção: Flávia Motta

Informações: (71)8755.3220/ faumotta@yahoo.com.br


Rádio Facom em Obras!





Atenção Filhotes de Focas e Esquilos, a Rádio Facom não funcionará normalmente nesta Sexta-Feira, 15 de Maio de 2009.

Para a alegria geral da Nação , estamos em obras! Mais especificamente, vamos reativar a nossa querida Rádio Poste!!!

Aguardem mais novidades!!!!"

segunda-feira, 11 de maio de 2009

Irmã de Renato Russo lança álbum com músicos da Legião Urbana

Já fazia um bom tempo que Carmem Manfredini gostava de cantar quando finalmente tomou coragem e mostrou ao irmão, Renato Russo (1960-1996), uma fitinha com algumas músicas gravadas. "Sua voz parece a da Yoko Ono", constatou o líder da Legião Urbana, deixando inconsolável a caçula da família.

Do portal Globo.com


Mais de duas décadas se passaram e Carmem agora conclui que a comparação foi um elogio. Embora não tenha lá muita certeza disso. "O Renato era assim. Deixava a gente feliz, mas com a pulga atrás da orelha", brinca a irmã do roqueiro, que após anos de dúvida resolveu se assumir como cantora.

"O fim da infância" é o título do álbum que lançará este mês com o grupoTantra, formado por Fred Nascimento (guitarra), Gian Fabra (baixo), Carlos Trilha (teclado) e Lourenço Monteiro (bateria). Com exceção do baterista, todos são velhos conhecidos de Carmem, pois integraram a banda de apoio que tocava nos shows da Legião.

"Ela tem uma voz linda. E seu humor às vezes é bem parecido com o do Renato", elogia Fred, que nunca desconfiou que a jovem tímida que Russo gostava de levar nas turnês, soubesse cantar. "Ele tinha o maior xodó com a irmã, que sempre ficava ali quietinha, observando tudo".

O guitarrista só foi descobrir a voz de Carmem, hoje com 46 anos, durante as gravações do "Tributo ao Álbum Branco" (2008) - homenagem às quatro décadas do clássico dos Beatles, no qual artistas nacionais fizeram versões das faixas. "Rocky Raccoon" coube a Carmem, que na época aceitou o convite meio relutante.

"Nem pensava mais em cantar. Sou professora de inglês há 23 anos", conta ela, que no passado fez parte de um grupo vocal e chegou a se apresentar com a banda underground Spirituals de Porco, em Brasília. "Agora estou empolgada novamente. Vamos sair em turnê em julho", adianta a cantora, que, em nome da retomada artística, não deve lecionar nos próximos meses.

Além da irmã, outro membro da família Manfredini também está envolvido no meio musical: Giuliano, o filho de Renato Russo, hoje com 20 anos. "Ele teve duas bandas, mas os companheiros seguiram outros caminhos. Agora trabalha com produção cultural, com bandas de garagem muito talentosas", revela a tia, orgulhosa.
Semelhanças
Segundo Trilha, que além de tecladista também compõe e produz, o projeto "Carmem & Tantra" é musicalmente diferente à Legião. "Claro que quem quiser achar semelhanças, vai encontrar. Talvez um violão folk, ou a levada do meu piano...", diz o músico, que produziu trabalhos-solos de Renato Russo como "The stonewall celebration concert" (1994), e "Equilíbrio distante" (1995).

Diferente do colega de banda, Fred aposta que as músicas de "O fim da infância" vão agradar em cheio os órfãos da banda. "Nossas letras são muito pessoais, falam de saudade, decepções, da inquietação dos sentimentos... Os fãs da Legião vão se deliciar".

Segundo o guitarrista, a maioria das faixas são inéditas. A exceção fica por conta da regravação de "Virgem", famosa na voz de Marina Lima. "É como se cada um tivesse trazido sua caixa de discos e acrescentado alguma coisa", diz.

Da "caixa de discos" de Carmem, há muita influência do que o irmão superstar apresentou. "A coleção de discos dele parecia sem fim. Ouvíamos muito Smiths, Cure...".

Sobre a comparação com Yoko Ono, até o guitarrista Fred se surpreendeu. "Que estranho o Renato ter dito isso... Se você prestar atenção, vai notar que a voz da Carmem, em alguns intervalos de respiração, é igualzinha a dele".

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Via B na Rádio Facom



Se você procurava um espaço para saber tudo que acontece no circuito
alternativo de Salvador, acaba de encontra!
O Via B traz oportunidade de você conhecer de tudo e também de mostrar o seu trabalho...

O programa começa às 15 h. A apresentação é de Moisés Gwanael e Moisés Costa.

terça-feira, 28 de abril de 2009

Podcast do Francofonic

Francofonic, le Brésil en syntonie avec la France. Ouça o programa veiculado em 27 de abril de 2009 na íntegra.
.

Você pode e deve escutar o Francofonic AO VIVO toda terça, às 13:30, na Rádio Facom e, claro, acompanhar as matérias, podcast e dicas disponíveis em nosso blog www.francofonic.blogspot.com

.

Podcast do 7 LIST de 7 meses com as 7 mais!

Não tem pra onde fugir, está no hora de baixar e ouvir o podcast do 7 List!




Muita coisa rolou neste últimos sete meses, mas não há como negar: foi muito bom!
O Top Top do seu rádio fez por onde ser considerado um dos mais bem produzidos e executados programas do rádio baiano e você, caro amigo e ouvinte, não pode perder!






Nesta temporada, toda QUARTA às 11:30 na Rádio Facom.
Reprises todas segundas, às 17h.

Realização:
Carolina Garcia*
Edinaldo Junior
Larissa Oliveira
Manuca Ferreira
Nina Neves
Rafaela Chaves

Agora, você pode acompanhar o 7List passo a passo. Confira nosso twitter: www.twitter.com/7list

Para sugerir temas, envie um email para 7listradiofacom@gmail.com e aquariofusca@gmail.com ou entre em contato pelo telefone 3283-6184

Falta de patrocinador suspende festival de jazz nova-iorquino


O Festival JVC Jazz não ocorrerá neste ano no formato que acontecia desde 1984, devido a uma questão de patrocínio.

Um porta-voz da JVC, uma companhia japonesa, informou que a empresa não vai patrocinar nenhum evento de jazz em 2009. A companhia ligou seu nome ao festival de jazz em 1984 e o patrocinava desde então.

"A JVC está orgulhosa da associação com festivais de jazz, mas o mercado no qual a JVC compete hoje mudou dramaticamente, e a JVC escolheu redirecionar nossas atividades promocionais em uma direção diferente", afirmou Terry Shea, porta-voz da JVC nos Estados Unidos.

O produtor cultural e quem conseguiu o primeiro acordo com a JVC, George Wein, 83, afirmou que produzirá, no lugar do evento, três shows no Carnegie Hall em junho, quando normalmente o evento acontecia. Ele escolheu nomes que dão retorno financeiro certo como Diana Krall e o pianista e cantor britânico Jamie Cullum.

No ano passado, o festival de duas semanas foi palco de quase 40 shows, incluindo performances de Herbie Hancock, Chris Botti e do brasileiro João Gilberto. Além deste calendário, ao evento se somava cera de 200 acontecimentos adicionais em clubes, escolas, museus e outros locais.


Leia essa notícia na íntegra em Folha Online

sexta-feira, 24 de abril de 2009

Baixe música do novo disco do Natiruts no blog da Rádio Facom

Exclusivo!! Os ouvintes da Rádio Facom e apreciadores das músicas do Natiruts podem baixar no blog da Rádio a canção Facom a "Groove Bom", do mais novo álbum da banda.

A canção faz parte do disco novo da banda de reggae, "Raçaman", que será lançado no dia 8 de maio com show no Credicard Hall. Além do Natiruts, também se apresentam na festa o DJ Yellow P. e o DJ e produtor inglês Mad Professor.

Previsto para ser lançado oficialmente no dia 09 de maio, em São Paulo, no Credicard Hall, o novo disco do Natiruts "Raçaman" promete manter a linha do trabalho anterior “Natiruts Reggae Power”.

O novo single, que leva o mesmo nome do disco, mantém a fórmula: reggae de raiz, MPB, dub e ragga com uma letra inteligente e direta, doa a quem doer. Mais precisamente uma pancada inteligente na crítica e até mesmo nos fãs do reggae, que fazem do estilo uma “passarela”, e muitas vezes se esquecem da atitude e ideologia de Rastafary, deixando a própria personalidade de lado ( “aperta um só pra achar que tá na consciência Rastafari, que ser cantor de reggae é imitar o Bob Marley, difícil é aparecer sendo você de verdade, sem inventar caô pra construir trairagem”).

Logo de cara Alexandre dá o recado: “ Ao contrário dos que torciam pela vitória do fracasso, estamos de volta. Apesar dos julgamentos infelizes e hipócritas, estamos de volta”.

Depois de passar por maus bocados e ter que administrar a saída de membros da formação original Juninho, Alexandre e Luis Maurício deram a volta por cima, chutaram o balde das gravadoras e conseguiram se manter vivos no meio de uma indústria fonográfica cada vez mais marcada por jabás. Em Raçaman os brasilienses falam na lata e mostram que apesar das inovações e mudanças por que passou a banda, a essencia reggae, em sua raiz, continua mais viva do que nunca!

Bem, o link está AQUI. Agora é só baixar e se preparar pra curtir o show dos rapazes.

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Discografia do Pixies receberá reedições de luxo em junho

A banda norte-americana de rock alternativo Pixies anunciou nesta terça-feira (21), que seus álbuns de estúdio serão reeditados em duas caixas, cuja data de lançamento está programada para o dia 15 de junho.

A coleção, intitulada "Minotaur" incluirá os álbuns "Surfer Rosa" (1988), "Doolittle" (1989), "Bossanova" (1990) e "Trompe Le Monde" (1991), além do EP de estréia "Come on Pilgrim" (1987). Segundo o site da revista Billboard, ainda não foi decidido se serão incluídas faixas bônus.

"Minotaur" virá nas versões "Deluxe" e "Limitada". A primeira custará US$ 175 e trará os álbuns (e EP) em CDs de ouro 24 quilates e Blu-Ray e um livro de 54 páginas, além de um DVD com um show de 1991 na Brixton Academy em Londres e todos os clipes da banda.

A versão limitada, que virá numa caixa especial, será vendida por US$ 450 e traz também versões em vinil de 180 gramas de todos os discos, um livro de 72 páginas em capa dura e um pôster do artista gráfico Vaughan Oliver, responsável, junto com Simon Larbalestier, pela arte das duas edições de "Minotaur" e de todos os demais lançamentos do Pixies.

Formado em 1986 em Boston por Black Francis (guitarra e vocais), Joey Santiago (guitarra), Kim Deal (baixo e vocais), e David Lovering (bateria), o Pixies se tornou uma das principais bandas do rock alternativo norte-americano a partir do ano seguinte com o EP de estréia, "Come on Pilgrim".

Seu estilo, marcado pelo contraste de partes melódicas e silenciosas com explosões de barulho deixou marcas visíveis no rock da década de 90, notadamente no Nirvana.

Após o fim da banda em 1993, o vocalista Black Francis se dedicou à carreira solo sob o nome de Frank Black. A baixista Kim Deal, por sua vez, se concentrou em sua banda paralela, o Breeders. Em 2004 o Pixies voltou para uma turnê internacional e tem feito aparições esporádicas desde então.

Dando uma força ao Pet

sexta-feira, 17 de abril de 2009

Abril Pro Rock traz a international band Motörhead

17º ano do festival tem uma noite a menos e acontece neste fim de semana. Banda inglesa era considerada um sonho pela produção do festival.


O principal festival de música independente do país vai realizar um sonho na noite desta sexta-feira (17), quando o grupo inglês Motörhead subir ao palco no Recife para encerrar a primeira noite do Abril Pro Rock. Em sua 17º edição, a produção do APR encarou dificuldades e enxugamento, mas finalmente conseguiu fechar com os ícones do hard rock, com quem flertava há anos.

“Espero que seja um show histórico”, disse Paulo André, idealizador e organizador do Abril Pro Rock desde 1993, em entrevista. “Não é uma banda decadente. Não é desses grupos que ficou um tempo sem tocar, que mudou integrantes, nada disso. É uma banda que se manteve no mercado, que produz, que continua tocando e que é um ícone mundial. É a realização de um sonho.”

Além dos ingleses, grande aposta desta edição, o APR tem ainda Matanza, do Rio, e AMP, do Recife, entre os grupos escalados para esta sexta. No sábado, o encerramento fica por conta de Marcelo Camelo, do Los Hermanos, que tem público cativo e fiel no Recife, além de Mundo Livre S/A, Vanguart (MT) e Móveis Coloniais de Acaju (DF). Vão ser 15 bandas em duas noites, a edição paradoxal que, para ter sua maior atração em 17 anos, teve que enxugar sua programação que costumava ter três noites e já chegou a ver mais de 30 bandas por edição.

O sistema de festivais, diz Paulo André, um tanto desanimado, está em crise em todo o mundo, e o Recife vive uma época difícil, sem que a famosa cena pernambucana tenha um bom momento de casas de shows, de rádios e de divulgação de música. Além disso, mesmo sendo o festival de música pop e independente que acontece há mais tempo consecutivamente (são 17 anos), este ano o APR não tem um grande patrocinador, que costumava ser a Petrobras. “Por tudo isso, achamos melhor enxugar o festival para dois dias. Três dias de festival de bandas alternativas é muito para uma cidade como Recife, ainda mais sendo dois meses depois do carnaval.”


Apesar de Motörhead e Marcelo Camelo, listadas especialmente para atrair um público maior, talvez a principal função do Abril Pro rock seja o espaço dado às outras bandas, menos conhecidas, que muitas vezes ganham espaço nacional após tocar nesta “vitrine” do rock nacional. Para Paulo André, o APR consegue manter esta característica mesmo 17 anos depois da sua criação e em plena época da comunicação em rede, quando se torna mais fácil gravar e divulgar novos trabalhos.


“O circuito de festivais independentes no Brasil é a principal plataforma de inserção de um novo artista no mercado, que hoje não é mais fonográfico, mas um mercado próprio de festivais, que faz com que as bandas possam tocar, aparecer”, diz. É a participação nesses festivais, segundo ele, que catapulta uma banda com muito mais força de que qualquer página do MySpace. “Essas ferramentas, no Brasil, ainda não são suficientes em si. Elas não conseguem trazer mudanças significativas sozinhas. É importante, toda banda deve ter seu perfil, mas só colocar a música lá funciona apenas se houver um ‘hype’ em torno. Se as pessoas não tiverem como conhecer a banda, é só uma loteria.”


A aposta dele para este ano é em duas bandas de Pernambuco: AMP e Johnny Hooker. “Estamos tentando catapultar bandas novas, legais, com música boa gravada, mas que, se depender só dela no MySpace, não teria espaço.”

Leia mais

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Grade da Programação 2009.1



Clic na imagem para ver os detalhes.

Dancem macacos, dancem

Não costumo postar vídeos que não sejam relativos à proposta deste blog: sobre a programação da Rádio Facom, sobre assuntos da FACOM, música e entretenimento. Contudo, acho pertinente colocar algo interessante e de fácil compreensão...

Queria escrever mais, porem acho irrelevante falar demais, sobre o que o vídeo que está postado aqui. Trata-se, somente, de uma boa crítica à nossa "humanidade". Talvez você goste.

Bem, macacos dançam. Dancemos.

7 LIST em Podcast!

Agora você não tem mais desculpas para não ouvir um dos melhores programas do Rádio Baiano, o 7 LIST!

Este programa é feito para todos os gostos e idades. Ou seja, já passou da hora de você ouvir nossos queridos 'espanhóis' no aquário fusca.

Toda semana são listados 7 músicas que correspondem a um tema específico. Ou seja, diversão garantida toda santa semana!

O 7 LIST é apresentado, ao vivo, na Rádio Facom toda Quarta-Feira, às 11h30min. Leury, Edinaldo, Manuca, Rafinha, Nina Neves e Carol (recém chegada do Velho Mundo) apresentão e produzem este programa da Rádio Facom.

Ouça e baixe o podcast agora mesmo!


quarta-feira, 15 de abril de 2009

terça-feira, 14 de abril de 2009

Ouça o podcast do FACOM SOCCER

O Podcast do programa mais arrasador da Rádio Facom está bombando e você não pode perder! Ouça agora o FAcom Soccer e se divirta com nossos apresentadores, seus comentários criativos, e participações especiais totalmente embasadas e excelentes.

Facom Soccer, toda segunda às 13h!


Ajudando a Fraude!

Pois é, nossos fraudadores chegaram lá. Foi rápido, mas chegaram com notoriedade em seus, por enquanto, poucos segundos de fama na televisão.

Para comemorar, vamos listar aqui alguns notoriedades dos fraudadores, além, é claro, dos seus feitos capazes de produzirem grandes sensações...

Só um Adendo ( sem direitos autorais): falta um post no blog da Fraude sobre a velha nova edição da revista.

Pra começar:





Bom, despois deste momento "Pet",é hora de relaxar um pouco ( valeu Observatório ). No melhor estílo Fraude, vamos ouvir música francesa (desta vez sem hiperlinks com o FRANCOFONIC) do pessoal da Holden, uma bandinha franco-chilena da melhor qualidade:


rame>

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Mania de Forró na Radio Facom, às 18 h.



A Rádio Facom, como 11 entre cada 10 baianos, não perde a oportunidade de dançar um bom forró.

Por isso está combinado: toda segunda, terça e quarta-feira, a partir das 18 horas, a Rádio Facom só toca forró, só fala de forró, só dança forró.

Arranja logo um parceiro e venha arastar o pé que É MANIA DE FORRÓ ao vivo na Rádio Facom!

Em breve, todos os podcasts do Mania de Forró estarão disponíveis para você. Não perca!

Guns N’ Roses lança ‘Chinese democracy’ para o game ‘Rock band’

Disco estará disponível para consoles Playstation 3, Xbox 360 e Wii. Jogadores poderão baixar o álbum a partir de terça-feira (14).


Já que os Guns N’ Roses não entram em turnê para promover o disco “Chinese democracy” , os fãs acabam por se contentar em encontrar a banda dentro da própria casa – ou, pelo menos, no videogame. O grupo liderado por Axl Rose anunciou nesta sexta-feira (10) que o seu novo álbum, lançado no final de 2008, deve ser disponibilizado para download para a plataforma de videogame “Rock band” na próxima terça-feira (14).

Os usuários de Xbox 360 e Playstation 3 vão poder baixas faixa a faixa do disco ou optar pelo download completo do álbum – já os donos do console Wii terão que se contentar com as músicas disponiblizadas uma a uma.

Esse é o maior esforço por parte do Guns N’ Roses até o momento para promover seu primeiro álbum em mais de 15 anos. O vídeo gravado para a música “Better” ainda em 2008 não foi lançado, e Rose tem dado pouquíssimas entrevistas. “Chinese democracy” foi lançado com um contrato de exclusividade de vendas para a rede de varejo Best Buy nos EUA, mas teve vendas abaixo do esperado.

Leia a notícia original clicando aqui

Futebol e Cerveja no Aquário fusca!

Hoje, às 13h, tem Facom Soccer na Rádio Facom!
Além de ser o melhor programa futebolístico do rádio universitário baiano, tem os apresentadores mais bonitos e com os comentários mais embasados da imprensa esportiva brasileira.
Facom Soccer vai ao ar toda segunda, às 13h!

sábado, 11 de abril de 2009

Bom pra quem tem tv por assinatura

Bom, a notícia que segue certamente será boa para quem tem TV por assinatura em casa, mais especificamente possuiu o canal Multishow acessível ao seu controle remoto.

O Muktishow, canal fechado de entretenimento e música ( para bater de frente da MTV) das Organizações Globo, anunciou neste sábado, 11, que vai transmitir o show da banda dos irmãos Gallagher, Oasis, no dia 7 de Maio. O show vai acontecer no Citibank Hall, no Rio de Janeiro.

Segundo o site do canal, eles vão apresentar o seu novo trabalho, intitulado "Dig Out Your Soul", lançado em 2008. O show de abertura fica por conta da banda 'canarinha' Cachorro Grande (que por sinal tem fortes influências inglesas em seu som).

O Oasis ainda toca em São Paulo e Porto Alegre.

quarta-feira, 8 de abril de 2009

Fogos, fumaça e sangue falso marcam show do Kiss em São Paulo

Kiss se apresentou nesta terça-feira (7) no Anhembi e vai tocar no Rio de Janeiro nesta quarta-feira (8)



Ainda com uma gigantesca bandeira negra com o nome da banda estampado escondendo o palco na Arena Anhembi, digna de uma torcida de futebol, o Kiss deu sua primeira declaração pública em solo brasileiro no século XXI nesta terça-feira (7): “Alright São Paulo! You wanted the best, you got the best. The hottest rock n’ roll band in the world, Kiss!” (“É isso aí, São Paulo! Vocês pediram o melhor, vocês ganharam o melhor. A banda mais quente de rock n’ roll do mundo, Kiss!”).

A abertura clássica dos shows do quarteto norte-americano não deixou de ter impacto sobre um público que não via o Kiss ao vivo desde 1999 – para muitos ali, era o primeiro show do grupo. Em nenhum momento ao longo da apresentação a banda dexaria de falar o quanto gostava e amava o público e sobre como o Brasil é especial para eles.

Abrindo a noite com “Deuce” e com uma parede de alto-falantes como cenário, a banda fez um show usando com base do repertório o disco “Alive”, que comemora 35 anos em 2010. Primeiro grande sucesso do Kiss, o álbum traz músicas dos três primeiros discos de estúdio do grupo.


Efeitos especiais

O Kiss foi, ao lado de Alice Cooper, uma das bandas pioneiras em utilizar efeitos especiais para entreter sua plateia. Ao longo do show não faltaram fogos de artifício, gelo seco, lança-chamas e uma boa dose de pose para fazer da apresentação um espetáculo completo. Devidamente maquiados, Gene Simmons (baixo e vocal), Paul Stanley (guitarra e vocal), Tommy Thayer (guitarra e backing vocal) e Eric Singer (bateria e vocal) se moviam como uma trupe bem ensaiada, pronta para dar o máximo de si pela diversão do público.

Isso significa que, além dos clássicos, a banda gosta muito de se comunicar com a plateia – especialmente Paul Stanley, que em um momento quis explicar o quanto gosta do país: “Amamos vocês todos, nos sentimos em casa. Amamos as mulheres. Gostamos dos caras. Amamos a polícia!”. A seu favor, ele tinha a facção brasileira do Kiss Army, fã-clube oficial do grupo que preenchia as primeiras fileiras da pista VIP.

Se a falação e os solos (incluindo um momento em que Thayer disparava foguetes de sua guitarra, chegando a prejudicar o funcionamento de um dos telões) esfriaram um pouco o show, a banda voltou a animar o público quando se aproximava do final da apresentação. Como brincadeira, Stanley tocou o começo de “Stairway to heaven”, do Led Zeppelin – só para ver o público cantando o começo da letra e voltar atrás com um “not tonight” (“Não nesta noite”), antes de emendar “Black diamond”.

Quer saber mais? Então veja essa matéria na íntegra clicando aqui.


7 LIST!





O 7LIST procura os desaparecidos da música brasileira! O 7LIST é apresentado pelos espanhjois mais queridos da Bahia!


Ouça hoje, ao vivo, às 11h30 na Rádio Facom.

Para ouvir clic no simbolo da rádio do lado direito deste blog e se divirta.

terça-feira, 7 de abril de 2009

segunda-feira, 6 de abril de 2009

Filme sobre história real de Jean Charles ganha trailer

A história real do brasileiro Jean Charles de Menezes, assassinado em Londres em 2005, virou filme.

Da globo.com

O longa-metragem, que deve chegar aos cinemas dia 26 de junho, traz o ator Selton Mello no papel de Jean Charles, que foi morto aos 27 anos pela polícia londrina ao ser confundido com um terrorista.

O elenco também reúne Daniel Oliveira, Vanessa Giácomo e Luis Miranda.

Dirigida pelo brasileiro radicado em Londres Henrique Goldman (de "Princesa"), a produção conta com a participação de diversas pessoas que conviveram com Jean Charles em Londres, incluindo uma de suas primas, Patrícia Armani, que interpreta ela mesma na trama.





As filmagens aconteceram em 2008, em Londres, e tiveram o cineasta britânico Stephen Frears (dos oscarizados "A rainha" e "Ligações perigosas") como produtor.

sexta-feira, 3 de abril de 2009

Kiss abre turnê na América do Sul e fãs se preparam

Abrindo sua turnê pela América do Sul nesta sexta-feira com um show em Santiago, no Chile, o Kiss já se depara com a histeria do "Kiss Army", apelido dado ao "exército" de fãs da banda.


Na Colômbia, onde a banda toca em Bogotá no dia 11, muitos fãs já se anteciparam ao show e prepararam as características maquiagens dos integrantes do grupo para participar de uma promoção local.

Reunidos, eles se ajudaram na hora de pintar seus rostos e mostraram suas línguas como o baixista Gene Simmons.

Além de Chile e Colômbia, o Kiss toca na Argentina (5/4), Peru (14/4), Venezuela (17/4) e Brasil, onde fará duas apresentações. A produtora responsável pela vinda dos mascarados divulgou mais detalhes sobre o show que acontecerá em São Paulo, no dia 7, no Anhembi, previsto para começar às 21h30 e no Rio de Janeiro (Praça da Apoteose - 8/4).

A HORA DO FUNK!

O FUNK vai dominar a Rádio Facom! "A Hora do Funk", um programa pra te deixar em ponto de bala nesta Sexta, às 12h!

Com apresentação de Amandinha Nunes e os comentários embasados sobre o mundo do funk de Rafa Santana e Monza Costa, além dos convidados especiais, este programa vai arebatar você.

Hoje vai ter de tudo, desde o funk clássico James Brow até o 'eletrôfunk' do DJ Marlboro. Além do mais vamos ter enquetes e interatividade com nossos ouvintes através do msn da rádio ( aquariofusca@gmail.com ) e nosso twitter.



Começa às 12 horas na Rádio Facom. Para ouvir clic no símbolo da Rádio no canto diretio-superior deste blog!

Ouça aqui o podcast do 1º programa do A hora do funk!

Ouça e divirta-se!